A maior sala de espetáculos do Centro de Portugal apresenta-se na Feira de São Mateus

Feira de São Mateus

Programa funcional e projeto de upgrade e restyling estão prontos. Concurso público deverá avançar no 4º trimestre de 2017

O Município de Viseu apresenta esta quarta-feira o projeto de reconversão do seu pavilhão multiusos em “VISEU ARENA”, num espaço expositivo aberto ao público da Feira de São Mateus.

O VISEU ARENA será a maior sala de espetáculos e recinto multiusos do Centro de Portugal, com uma capacidade superior a 5500 espetadores (aumento de 83% da sua lotação) e uma arena de 2500 metros quadrados.

Face às estimativas iniciais, a capacidade da sala para uma plateia em pé aumenta mais de 1500 lugares.

O programa funcional e o projeto de upgrade técnico e de restyling do equipamento estão concluídos, avançando agora os projetos de “especialidade”. O concurso público para execução das obras deverá ter lugar no 4º trimestre de 2017.

Na apresentação, o Presidente da Câmara Municipal de Viseu, Almeida Henriques, sublinhou o caráter estruturante do VISEU ARENA para o crescimento da oferta cultural e o desenvolvimento turístico de Viseu. “Este é um investimento-âncora para Viseu e para a descentralização cultural e turística nacional”, afirmou.

A Feira de São Mateus será o primeiro teste promocional do VISEU ARENA, dando a conhecer ao público, através de um filme projetado numa “mini-sala de espetáculo”, as características e o potencial do futuro equipamento. O espaço terá também programação musical e de pequenos espetáculos durante o certame.

Na sua intervenção, o arquiteto responsável pelo projeto de reconversão e requalificação, Moisés Rosa, um dos elementos da equipa da Arena Atlântico que acompanhou o projeto, sublinhou o caráter “verdadeiramente multiusos do equipamento”, adaptado a todas tipologias de eventos, e os “progressos qualitativos” que serão obtidos na hospitalidade e no conforto dos públicos, na acústica, na estética, na funcionalidade e na segurança.

“Será um espaço atrativo e adaptado a todo o tipo de eventos, com a incorporação de novas arquiteturas interiores e de novos serviços que incrementam a sustentabilidade e valorizam o campo da Feira de São Mateus”, destacou.

Algumas das novidades respeitam à incorporação de ecrãs e de uma cortina de luz na fachada do equipamento, para um diálogo com a cidade, à criação de novas zonas de público (uma tribuna suspensa, 14 camarotes e 680 premium seats) e à instalação de 5 bares e de um lounge panorâmico para a cidade com vocação para catering e eventos premium.

O Presidente da Câmara destacou ainda “as garantias de sustentabilidade do futuro equipamento, asseguradas pela lotação alcançada, sem paralelo na região, e a flexibilidade do espaço para acolher qualquer tipo de realização”.

São parceiros institucionais do projeto a Arena Atlântico - sociedade gestora do MEO Arena – e a VISEU MARCA.

O envolvimento da Arena Atlântico centra-se na requalificação do espaço-com a alocação do arquiteto Moisés Rosa a este projeto -,na colaboração do desenho do modelo de negócio e no apoio à Viseu Marca na estratégia de marketing e futura angariação comercial.

São objetivos do VISEU ARENA colocar Viseu no mapa nacional e ibérico da oferta de espetáculos, reforçar a dinâmica local e a descentralização cultural nacional e incrementar a atratividade turística de Viseu no Centro-Norte de Portugal e nos respetivos eixos ibéricos.

Por outro lado, o projeto visa ainda gerar oportunidades de desenvolvimento de competências empresariais e técnicas locais ligadas às indústrias criativas, culturais e turísticas, com impacto positivo no empreendedorismo e no emprego local.

Partilhar: